Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

FECHADO PARA FÉRIAS

Daqui a poucas horas parto para o Brasil para passar lá uma aguardada semana de férias :D, por isso este blog não será actualizado nos próximos dias...Mas nada de desesperos, porque em breve estarei de volta. Até ao meu regresso e tenham uma Boa Páscoa ;)

CINEMA E MÚSICA DE 2004

Pois é, não é habitual fazer as viciantes listas de melhores do ano nesta altura, mas como ainda estou a absorver discos e filmes de 2004 achei mais apropriado deixar passar uns meses acerca das minhas escolhas de final de ano. Claro que, mesmo assim, ficou muita coisa por ver e ouvir, mas se espero mais um trimestre não tarda apresento os melhores de 2004 no final de 2005 :S Por isso, aqui ficam os meus filmes, discos e concertos preferidos do ano passado...
Enjoy, I know I did...;)

O CINEMA EM 2004

2004 foi um ano intenso para o cinema em Portugal, dado que em raras ocasiões terão estreado tantos filmes por semana (por vezes, com 10 títulos inéditos). No entanto, mais do que a quantidade de obras em cartaz, o que mais de destacou foi a qualidade, ou pelo menos uma saudável diversidade, com películas das mais variadas origens.

Em 2004 chegaram a salas nacionais exemplos do cinema americano (não só os típicos blockbusters mas também uma respeitável selecção de obras independentes), francês, asiático, italiano e até mesmo de áreas mais inesperadas como o Médio Oriente ou a Islândia, proporcionando uma ecléctica e entusiasmante oferta. Lamenta-se, contudo, que em termos promocionais muitos desses títulos não tenham sido alvo de grande atenção, o que leva a que grande parte tenha passado despercebida de uma considerável faixa do público.

Manifestou-se também uma maior proliferação de festivais dedicados à sétima arte, com casos tão bem sucedidos como o primeiro Indie LX, a quinta Festa do Cinema Francês (que revitalizou o Cinema S. Jorge, embora apenas temporariamente) ou o DocLisboa, que apresentaram novas propostas, formatos e autores.

O DocLisboa é sintomático de uma nova fase para o cinema documental, um género cada vez mais bem aceite pelo grande público, o que se comprovou não só na massiva adesão a esse festival mas também no mediatismo dos emblemáticos "Fahrenheit 9/11", de Michael Moore, ou "Super Size Me - 30 Dias de Fast Food", de Morgan Spurlock" (houve também espaço para exemplos oriundos de esferas mais marginais, como "Os Friedman", de Andrew Jarecki).
2004 foi ainda o ano do polémico "A Paixão de Cristo", de Mel Gibson, um dos títulos simultaneamente mais amados e odiados do ano e que, para todos os efeitos, fica como um dos mais marcantes, sobretudo devido às várias faixas de público que conseguiu reunir e pela discussão que despoletou.

Dos blockbusters, os mais mediáticos foram tendencialmente as sequelas - "Homem-Aranha 2", "Kill Bill: A Vingança - Vol. 2", "Shrek 2", "Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban" -, ainda que "O Dia Depois de Amanhã" também tenha sido um dos filmes-pipoca de grande produção, "The Incredibles - Os Super Heróis" tenha trazido novo fôlego ao cinema de animação digital e "Alexandre, o Grande" tenha marcado pelo seu monumental "fracasso".

"Lost in Translation - O Amor é um Lugar Estranho", "O Despertar da Mente", "21 Gramas", "A Vila" ou "Antes do Anoitecer", na fronteira entre territórios independentes e mainstream, marcaram o ano com a aclamação da crítica e uma considerável adesão do público.

No cinema português, títulos como "A Costa dos Murmúrios", "André Valente" ou "O Milagre Segundo Salomé" trouxeram algum sangue novo, e "Noite Escura", de João Canijo, foi uma das melhores surpresas dos últimos anos. Ainda assim, não foi desta que o público se converteu definitivamente ao cinema nacional...

CINEMA - TOP 10 2004

10) "Antes do Anoitecer" - disponíveis para amar?
Richard Linklater, Ethan Hawke e Julie Delpy voltam a juntar-se depois de "Antes do Amanhecer" e demostram que os anos passaram mas a magia manteve-se. A sequela de um dos filmes indie mais emblemáticos dos anos 90 é um genuíno labour of love e um dos mais cativantes dramas de 2004. Uma pequena pérola.

9) "Noite Escura" - terna é a noite
Um murro no estômago é o que se pode dizer do pujante filme de João Canijo sobre o Portugal rural perdido na angústia de uma casa de alterne. Um visceral drama familiar de contornos trágico e uma obra maior do cinema português recente.

8) "Shattered Glass - Verdade ou Mentira" - quanto vale uma boa história?
Um bom filme sobre os meandros do jornalismo e uma interessante oportunidade para ver Hayden Christensen sem o ar baço da sua interpretação na saga "Guerra das Estrelas", esta primeira obra de Billy Ray é um dos mais recomendáveis filmes independentes norte-americanos que passou (despercebido, e é pena) por salas portuguesas em 2004.

7) "Desencontros" - maridos e mulheres
Laura Dern, Mark Ruffalo, Naomi Watts e Peter Krause: quatro dos mais interessantes jovens actores norte-americanos, protagonizam este intenso drama de John Curran sobre o conturbado quotidiano conjugal. Sóbrio e silencioso, é um forte candidato a filme de culto.

6) "A Vila" - espíritos inquietos
M. Night Shyamalan apresenta aqui o seu filme mais conseguido, aliando um irrepreensível elenco a um argumento engenhoso e gerando uma das películas mais inclassificáveis de 2004. É uma história de amor? Uma parábola? Um filme de terror? Não interessa, é um grande momento de cinema, singular e encantatório.

5) "Má Educação" - entre a realidade e a ficção
Negro, denso e perturbante, "Má Educação" é um dos filmes mais obscuros de Pedro Almodóvar, que aqui se centra no universo masculino para proporcionar uma estória de amor, desejo, vingança e obsessão. O resultado é forte e poderoso, e ninguém sai da sala de cinema da mesma forma que entrou…

4) "Kill Bill: A Vingança - Vol. II" - die hard
O segundo episódio da muito amada saga de Quentin Tarantino e Uma Thurman é mais um concentrado de energia cinética, múltiplas referências da cultura pop e, claro, uma inegável coolness. O primeiro filme já continha esses elementos, mas a sequela supera-o ao acrescentar uma vital carga emocional, transformando este segundo tomo num vibrante épico sobre a vingança e a maternidade.

3) "O Homem-Aranha 2" - nas teias de um bom blockbuster
Um dos melhores filmes baseados no universo dos comics, a nova aventura cinematográfica que junta Sam Raimi e Tobey Maguire situa-se muito acima da concorrência e ganha o título de blockbuster do ano. Um delicioso filme-pipoca e um entretenimento de grande nível.

2) "Os Sonhadores" - quando o sonho, através do cinema, comanda a vida
Bernardo Bertolucci regressou e trouxe consigo um dos seus melhores filmes. Absorvente visão sobre o fim da adolescência, o Maio de 68 e a paixão pelo cinema, "Os Sonhadores" é uma obra intemporal e viciante, um dos títulos essenciais de 2004. A (re)descobrir.

1) "O Despertar da Mente" - O FILME DO ANO
O papel da vida de Jim Carrey? Não andará longe disso, já que na segunda obra de Michel Gondry o actor apresenta uma das suas interpretações mais contidas, envolventes e prodigiosas. Contudo, apesar do excelente elenco (com obrigatório destaque para Kate Winslet), o que torna "O Despertar da Mente" num filme tão refrescante é o surpreendente argumento de Charlie Kaufmann aliado às pequenas subtilezas da muito apropriada realização. A resposta emocional é fortíssima, o que só acontece nos grande filmes (como é o caso). Inventivo, delirante, profundo e brilhante...o filme do ano.

POSTO DE ESCUTA: MÚSICA DE 2004

DISCOS:

Não foi, confesso, um ano de grandes descobertas, por isso quase todos os álbuns que destaco aqui são de velhos conhecidos. Enfim, não se pode desbravar novo território todos os anos, e em 2004 dediquei-me mais ao cinema...

Air - Talkie Walkie

Da Weasel - Re-Definições

Elliott Smith - From A Basement On The Hill

Franz Ferdinand - Franz Ferdinand

Gomo - Best Of

Interpol - Antics

Melissa Auf Der Maur - Auf Der Maur

Mirah - C' Mon Miracle

PJ Harvey - Uh Huh Her

Placebo - Once More With Feeling Singles 1996 - 2004

R.E.M. - Around the Sun

The Gift - AM/FM

The Killers - Hot Fuss

The Prodigy - Always Outnumbered, Never Outgunned

X-Wife - Feeding the Machine

CONCERTOS:

Elysian Fields - Santiago Alquimista

Jay Jay Johanson - Aula Magna

Magnetic Fields - Aula Magna

Moloko - Optimus Hype @Meco

Múm - Aula Magna

Peaches - Optumus Hype @Meco

Rufus Wainwright - Aula Magna

The Gift - Teatro S. Luiz

Tim Booth - Aula Magna

Yann Tiersen - Centro Cultural de Belém

Pág. 1/6