Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

45 de 2015

O regresso inspirado de M. Night Shyamalan (finalmente!) e um dos melhores filmes da Pixar foram das poucas excepções num ano pouco excepcional para o cinema. Tanto que se tornou difícil escolher dez estreias acima da média para fechar o balanço (o curto tempo em cartaz de algumas que prometiam também não ajudou muito).

 

Mais confiável, a oferta no pequeno ecrã reforçou as opções (obrigado, Netflix, mais pelas séries do que pelos filmes) e complicou a vida de quem quer ir a todas as novidades e temporadas, da estreia de "Mr. Robot" (surpresa do ano?) ao adeus a "Looking". Nos canais tradicionais, vale a pena aplaudir algumas apostas da RTP2 ("Borgen" chegou com atraso, mas ainda bem que chegou).

 

Na música, o formato álbum já viu dias melhores, como os últimos anos também têm mostrado, o que não quer dizer que a colheita tenha sido má. E num ano em que ouvi mais álbuns do que espreitei palcos, fiquei pelo menos com (muito) boas memórias do Festival Música do Mundo de Sines ou dos Garbage em Londres.

 

Sem ordem de preferência, os pontos altos do ano em filmes, séries, discos e canções passaram por aqui:

 

10 FILMES

divertida-mente

 

"'71", Yann Demange
"A Visita", M. Night Shyamalan
"Da Natureza", Ole Giæver e Marte Vold
"Divertida-Mente", Pete Docter e Ronaldo Del Carmen
"Força Maior", Ruben Östlund
"Minha Mãe", Nanni Moretti
"Morte Limpa", Andrew Niccol
"O País das Maravilhas", Alice Rohrwacher
"O Verão de May", Cherien Dabis
"Os Combatentes", Thomas Cailley
 

Fora de circuito: "7 Kinds of Wrath", Christos Voupouras (QueerLisboa)/ "Oriented", Jake Witzenfeld (QueerLisboa)
Maior perda de tempo: "Ascensão de Júpiter", Andy e Lana Wachowski/ "Vício Intrínseco", Paul Thomas Anderson

 

10 SÉRIES

mr_robot

 

"A Guerra dos Tronos", HBO
"Borgen", DR1
"Como Defender um Assassino", ABC
"Daredevil", Netflix
"Gomorra", Sky Italia
"House of Cards", Netflix
"Humans", AMC/Channel 4
"Looking", HBO
"Mr. Robot", USA Network
"The Americans", FX

 

Maior perda de tempo: "Sense8", Netflix

 

 10 DISCOS

blanckmass3

 

"California Nights", Best Coast
"Dumb Flesh", Blanck Mass
"I Want to Grow Up", Colleen Green
"Kill the One You Love", GEMS
"right on!", jennylee
"Working Girl", Little Boots
"FROOT", Marina and the Diamonds
"Real Life", Real Lies
"Deeper", The Soft Moon
"Destroyer", Telepathe

Disco português: "Mar Aberto", MEDEIROS/LUCAS
Desilusão do ano: "Rebel Heart", Madonna

 

 15 CANÇÕES

colleen_green

 

"Notget", Björk
"Cruel Sport", Blanck Mass
"Miniskirt", Braids
"Springtime Linn", Clark
"Deeper Than Love", Colleen Green
"Fumo Denso", DJ Ride feat. Capicua
"Kill V. Maim", Grimes
"Storm's End", Leftfield
"Savages", Marina and the Diamonds
"Borders", M.I.A.
"Hotel", Nocturnal Sunshine
"Blackmarket Blues", Real Lies
"Meet Your Maker", Shlohmo
"Accelerate", Susanne Sundfør
"Tipo Ya", Throes + the Shine

 

2 comentários

Comentar post