Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

65 de 2017

2017

 

Num ano em que as personagens femininas dominaram boa parte das atenções (do novo "Star Wars" a "Mulher Maravilha" passando por "The Handmaid's Tale" ou "Big Little Lies"), é pena que as de "Mulheres do Século XX" tenham passado relativamente despercebidas. O filme de Mike Mills chegou a ser nomeado para os Óscares, é verdade, mas apenas na categoria de Melhor Argumento Adaptado quando merecia ter estado na corrida principal em várias frentes - e até, ou sobretudo, na categoria disputada por "Moonlight" e "La La Land - Melodia de Amor", que ofuscaram toda a concorrência.

 

A dramedy protagonizada por Annette Bening é o destaque principal das escolhas de cinema abaixo, embora entre as melhores estreias dos últimos meses também pudessem estar "Esta Terra é Nossa" (Lucas Belvaux), "O Meu Belo Sol Interior" (Claire Denis), "It" (Andy Muschietti), "Quando se tem 17 Anos" (André Téchiné) ou "Só Para Bravos" (Joseph Kosinski) além das dez que fazem parte da lista.

 

Na música, a revisitação do ano também acaba por ter as mulheres em grande plano com os regressos de Austra (finalmente com estreia em sala por cá, além do novo disco), Goldfrapp, Feist, Charlotte Gainsbourg ou as surpreendentes St. Vincent e Zola Jesus (diz quem não era o maior fã dos álbuns anteriores de ambas).

 

St Vincent

 

Mas se no caso dos filmes e dos álbuns houve tempo para descobrir grande parte das estreias e lançamentos com potencial, nas séries a sensação que fica é a de que há cada vez mais a passar ao lado - ou a continuar em lista de espera quando algumas novidades da semana vão tendo prioridade. E isso também explica que entre muito boa ficção televisiva justamente celebrada, tanto pela imprensa como pelo grande público, haja pérolas que poderiam ter voos mais altos - "Humans" e "The Expanse", por exemplo, sugerem que a melhor ficção científica do ano passou mesmo pelo pequeno ecrã (e a primeira metade da primeira temporada de "Star Trek: Discovery" só veio reforçar essa ideia), apesar de só terem uma fracção da atenção de algumas propostas do género no cinema.

 

A juntar a este balanço de 2017 ficam ainda canções que vale a pena ir mantendo por perto (muitas) e concertos a não esquecer tão cedo (poucos mas muito bons). E duas ou três desilusões devidamente compensadas pelas dezenas de novidades que fazem o melhor dos últimos doze meses:

 

10 FILMES

Mulheres do Século XX

 

"A Minha Vida de Courgette", Claude Barras
"A Paixão de Van Gogh", Hugh Welchman e Dorota Kobiela
"A Tribo", Myroslav Slaboshpytskyi
"Aquarius", Kleber Mendonça Filho
"Coco", Adrian Molina e Lee Unkrich
"Corações de Pedra", Guðmundur Arnar Guðmundsson
"Duas Mulheres, Um Encontro", Martin Provost
"Homenzinhos", Ira Sachs
"Moonlight", Barry Jenkins
"Mulheres do Século XX", Mike Mills

Fora de circuito: "Corpo Elétrico", Marcelo Caetano" (Queer Lisboa); "Nós, ao Anoitecer", Ritesh Batra (Netflix)
Barretes do ano: "Alien: Covenant", Ridley Scott; "Fragmentado", M. Night Shyamalan; "Mãe!", Darren Aronofsky

 

10 SÉRIES

Humans

 

"A Guerra dos Tronos" (T7), HBO/Syfy
"Dear White People" (T1), Netflix
"F Is for Family" (T2), Netflix
"Gomorra" (T2), Sky Italia/RTP2
"Humans" (T2), Channel 4/AMC
"Master of None" (T2), Netflix
"Ozark" (T1), Netflix
"The Americans" (T5), FX/FOX
"The Expanse" (T2), Netflix
"The Good Place" (T1), Netflix

Desilusão do ano: "Bloodline" (T3), Netflix

 

10 DISCOS

Austra

 

"Future Politics", Austra
"Hiss Spun", Chelsea Wolfe
"Masseduction", St. Vincent
"Okovi", Zola Jesus
"Pleasure", Feist
"Plunge", Fever Ray
"Polaar", Maud Geffray
"Rest", Charlotte Gainsbourg
"Silver Eye", Goldfrapp
"World Eater", Blanck Mass

Disco nacional: "Império Automano", PZ

 

30 CANÇÕES

Blanck Mass

 

"A Part of Us", Fever Ray
"Alphabet Block", Marnie
"Automaton", Jamiroquai
"Become the One", Goldfrapp
"Before and After Faith", Trent Reznor and Atticus Ross
"Bicep", TR/ST
"Century", Feist feat. Jarvis Cocker
"Défunte lune de miel", Paupière
"Down and Out", EMA
"Electric Blue", Arcade Fire
"Free Fall", GEMS
"Gaia", Austra
"Have Fun Tonight", Fischerspooner
"I'm So Free", Beck
"Intro - Onda de Som", Sara Tavares
"Living Upside Down", Cut Copy
"Mais", PZ
"No Longer Making Time", Slowdive
"Nocturne", Mark Lanegan Band
"Please", Blanck Mass
"Polaar", Maud Geffray
"Rest", Charlotte Gainsbourg
"Sugarboy", St. Vincent
"The Camp", PJ Harvey and Ramy Essam
"The Underside of Power", Algiers
"Thinking of a Place", The War on Drugs
"Throwing Lines", Kelly Lee Owens
"Two Thousand and Seventeen", Four Tet
"Wait for Signal", Tricky feat. Asia Argento
"Wiseblood", Zola Jesus

 

5 CONCERTOS

Lamb

 

Austra no Musicbox Lisboa
Hercules & Love Affair no Lisboa Dance Festival
Lamb no Coliseu dos Recreios
Mount Kimbie no Lisboa Dance Festival
Três Tristes Tigres no Lux