Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Elogio às discotecas da província

real_lies_pic

 

Como é ir viver para a capital depois de passar a infância e adolescência no interior? Praticamente todo o álbum de estreia dos REAL LIES faz o relato desse percurso, no qual a entrada na idade adulta coincide com a chegada a Londres, entre o deslumbramento e a desilusão.

 

Não por acaso, uma das faixas de "Real Life" que mais olha para trás é também uma das mais festivas, com o ritmo a reforçar a ligação a noites passadas em pequenas discotecas locais. Ou mesmo à única das imediações, lembra o trio em "ONE CLUB TOWN", o novo e enérgico single depois de canções mais introspectivas como "Blackmarket Blues".

 

A meio caminho entre uns Happy Mondays e os Blur de "There's No Other Way", o tema mantém a vénia à acid house ou à britpop palpável no restante alinhamento mas a inspiração até vem de outros lados. A banda aponta, sem sentimentos de culpa (e bem), o eurodance de êxitos sazonais na linha de "Dreamer", dos Livin' Joy, que acompanharam muitas madrugadas em meados dos anos 90, antes de uma cidade como Londres ser destino garantido.

 

Não admira, por isso, que o videoclip seja protagonizado por duas adolescentes, que se entretêm como podem a fazer tempo em tardes cinzentas enquanto o clube local não abre as portas. O resultado é menos frenético do que a canção, mas dá conta do recado: