Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Menos visionários, mas ainda eléctricos (e electrónicos)

parallels

 

Depois da saída de um dos fundadores, Cam Findlay (que também foi baterista dos Crystal Castles), os PARALLELS nunca voltaram a aproximar-se da excelência das primeiras canções. O que não quer dizer que os dois álbuns, "Visionaires" (2010) e "XII" (2012), não tenham acrescentado uma série de temas a ter em conta ao caldeirão synth pop, italo disco, electro e Hi-NRG destes canadianos.

 

Com a vocalista Holly Dodson a ocupar um papel mais dominante na composição, a vénia à fase inicial de Madonna ou a uma pop electrónica na linha de Robyn acabou por ser mais forte do que as canções robóticas e não tão orelhudas do arranque do grupo - canções como "Dry Blood" ou "Magnetics", que lembravam mais Giorgio Moroder ou uns Visage. De então para cá, a banda editou apenas mais um EP, "In Real Life", no ano passado, e regressou aos palcos na digressão de apresentação. 

 

Como por estes lados não deveremos vê-la tão cedo, fica abaixo o novo videoclip, gravado ao vivo no Adelaide Hall, em Toronto, que recupera "ELECTRIMOTION", uma das faixas do segundo álbum e um rebuçado dançável apetitoso. O disco, tal como o primeiro e o novo EP, pode ser ouvido aqui enquanto se espera pelo próximo.