Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Super, mas nem sempre

Pet Shop Boys no Meco. Foto de Vera Moutinho/SAPO Música

 

Depois do Alive!10, outro saldo positivo em três dias de música. O Super Bock Super Bock ganhou nova vida no Meco e deixou na memória bons concertos dos Pet Shop Boys, Hot Chip, Cut Copy, Prince, Leftfield, Wild Beasts ou, vá lá, Vampire Weekend (felizmente mais apelativos do que em disco).

 

Mas fora a música, quase tudo o resto deixou a desejar: má (ou nula) iluminação no recinto e parque de estacionamento, acessos muito condicionados em alguns momentos, inenarráveis restrições à imprensa (canetas ficavam à porta), muita poeira (apesar de tudo, um mal menor e compreensível) ou a bizarra selecção musical entre concertos (powered by Bryan Adams, Colbie Caillat ou Britney Spears). Para o ano há mais (?).

 

Mas voltando à música, ficam mais pormenores nos links abaixo:

 

- Dia 1: Pop dos Pet Shop Boys ofuscou um cartaz indie

- Dia 2: A noite do cool, dos betos, dos geeks e dos veteranos

- Dia 3: Meco dançou com o funk (e fado) de Prince

- Três dias de festival em imagens

- Entrevistas

Um talento revelado num Bar Mitzvah

 

"Jesus walked on water, Peaches walks on you", disse Peaches no seu concerto na semana passada no Optimus Alive!10, deixando no ar uma das frases do Verão musical português.

 

E agora a canadiana deixou mais umas quantas não menos memoráveis na sua conversa com o SAPO Música, enquanto terceira editora convidada do site. O primeiro vídeo que daí resultou pode ser visto abaixo. Os restantes ficam para ir acompanhando aqui ao longo do dia.

 

 

Estreia da semana: "Vão-me Buscar Alecrim"

 

Foi o vencedor do Grande Prémio de Longa Metragem "Cidade de Lisboa" no IndieLisboa 2010, passou por Cannes no ano anterior e é assinado por dois nomes em ascensão do cinema independente norte-americano - os irmãos Ben e Joshua Safdie.

 

Autores de curtas-metragens elogiadas, os realizadores estreiam-se aqui nas longas enquanto dupla (Joshua dirigiu "The Pleasure of Being Robbed", de 2008) e com uma obra de contornos auto-biográficos.

 

"Vão-me Buscar Alecrim" pega num estilo já habitual no panorama indie - a dramedy, misto de comédia e drama - para contar a história de um pai divorciado que tem a guarda dos filhos durante duas semanas por ano.

 

E é precisamente esse período que o filme segue, numa espiral de imprevistos e pequenos infortúnios que tem gerado aplausos em várias paragens. Esta semana, chega a vez de tentar a sua sorte nas salas nacionais.

 

Outras estreias:

 

"Dia e Noite", de James Mangold

"O Escritor-Fantasma", de Roman Polanski

 

 

e-Cinema: Depois da libertação, Roman Polanski regressa