Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Super, mas nem sempre

Pet Shop Boys no Meco. Foto de Vera Moutinho/SAPO Música

 

Depois do Alive!10, outro saldo positivo em três dias de música. O Super Bock Super Bock ganhou nova vida no Meco e deixou na memória bons concertos dos Pet Shop Boys, Hot Chip, Cut Copy, Prince, Leftfield, Wild Beasts ou, vá lá, Vampire Weekend (felizmente mais apelativos do que em disco).

 

Mas fora a música, quase tudo o resto deixou a desejar: má (ou nula) iluminação no recinto e parque de estacionamento, acessos muito condicionados em alguns momentos, inenarráveis restrições à imprensa (canetas ficavam à porta), muita poeira (apesar de tudo, um mal menor e compreensível) ou a bizarra selecção musical entre concertos (powered by Bryan Adams, Colbie Caillat ou Britney Spears). Para o ano há mais (?).

 

Mas voltando à música, ficam mais pormenores nos links abaixo:

 

- Dia 1: Pop dos Pet Shop Boys ofuscou um cartaz indie

- Dia 2: A noite do cool, dos betos, dos geeks e dos veteranos

- Dia 3: Meco dançou com o funk (e fado) de Prince

- Três dias de festival em imagens

- Entrevistas

1 comentário

Comentar post