Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Rock in rio Tabuão

 

O sol nocturno de Caribou (na foto). Dandy Warhols na corda bamba mas afinal convincentes. We Have Band numa festa a repetir (e já marcada para o MusicBox a 6 de Novembro). PAUS a substituir (e muito bem) Plan B. Vivian Girls numa tarde que se tornou mais fresca. Klaxons com bons argumentos para o segundo disco. Mão Morta iguais a si próprios (elogio). White Lies competentes e às vezes um pouco mais. E, claro, Prodigy a fechar na actuação (merecidamente) mais concorrida e celebrada.

 

Não foi o melhor cartaz de sempre de Paredes de Coura (longe disso), mas o balanço não deixou de ser positivo. Mais impressões sobre a 18ª edição do festival minhoto aqui:

 

- Dia 1: Um arranque com alguma música, muito calor e "bom ambiente"

- Dia 2: A noite dos Cult e de outros cultos

- Dia 3: A luz dos Klaxons e as sombras do pós-punk

- Dia 4: Prodigy transformaram uma floresta numa discoteca

- O festival em imagens

- Um mergulho para "refrescar as ideias"

- "Todos unidos pelo amor ao Piruças"

 

 

 

 

Salmonelas, esses bichos estranhos

 

 

 

O dia em que o "coração do Minho" fica triste

 

 

 
 
White Lies em entrevista
 
 
 
Klaxons em entrevista
 
 
 
 Os Dias de Raiva em entrevista

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.