Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Depois das versões, os originais

 

Não é qualquer um que consegue juntar, no mesmo disco, colaborações tão improváveis como Simon Le Bon, Boy George, Ghostface Killah, D'Angelo ou Spank Rock. Mas para Mark Ronson a colecção de convidados especiais já é praticamente uma rotina e, por isso, não será por aí que "Record Collection" surpreende.

 

O terceiro disco do produtor britânico a quem Amy Winehouse, Lily Allen ou Nikka Costa devem boa parte do seu sucesso chegou hoje às lojas e sucede a "Version", de 2007.

 

Desta vez, Ronson não só aposta em composições originais como em referências pouco presentes nos registos anteriores. Os ambientes são agora mais electrónicos mas igualmente imediatos e dançáveis - nada contra -, como o sugere o primeiro single, onde colaboram Q-Tip e os MNDR. Aqui fica o videoclip oficial:

 

 

Mark Ronson & The Business Intl - "Bang Bang Bang"

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.