Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Vai um susto?

 

Ora então o que é que temos no MOTELx deste ano? Tal como nas três edições anteriores, o Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa, que arranca hoje no Cinema São Jorge, traz não só obras mas também algumas presenças de consagrados e promessas na arte de bem assustar.

 

George A. Romero é o realizador em destaque na secção Culto dos Mestres Vivos e, além de ter filmes (dos antigos aos recentes) em exibição, participa numa sessão de perguntas e respostas de entrada livre - dia 3 de Outubro às 16h30.

 

Outro nome forte é Neil Marshall, que assinou aquele que ainda é dos filmes mais arrepiantes dos últimos tempos, "A Descida".

O sucessor, "Doomsday", não manteve a fasquia, mas talvez "Centurion" compense essa semi-desilusão - as dúvidas podem tirar-se dia 2 às 22h45 na estreia nacional do filme. Além de trazer a sua nova obra, Marshall participa no painel de discussão Brit Horror juntamente com outros realizadores britânicos - dia 2 às 19h15, com entrada gratuita.

 

O novo cinema de terror britânico é, aliás, o tema da secção Serviço de Quarto, mas quem preferir terror nipónico pode acompanhar a secção Japão Retro. E como já é habitual, a programação inclui ainda curtas-metragens nacionais e internacionais.

O cinema português está ainda presente na sessão de abertura com "Noite Sangrenta", de Tiago Guedes e Frederico Serra (os realizadores de "Coisa Ruim"), mais logo a partir das 21h45. A programação completa pode espreitar-se aqui e promete bons filmes e bons sustos até domingo.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.