Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Quem (não) é Josef Salvat?

 

Há três meses, o Guardian perguntava se Josef Salvat, cujo single "This Life" alimentou alguma expectativa em certas praças virtuais, seria uma mistura de Lana Del Rey e Morrissey ou o Gotye deste ano. Há poucos dias, a segunda canção revelada por este australiano radicado em Londres veio sugerir que uma das promessas de 2013 não é nem uma coisa nem outra - e é especialmente tranquilizador que não seja a segunda -, até porque a lista de influências assumidas inclui gente tão díspar como Jacques Brel, Nina Simone ou o recente Mykki Blanco.

 

"Hustler", tema mais arejado e menos épico do que o seu antecessor, vira-se antes para um novo R&B regado pelo piano, percussão, adornos electrónicos e um oportuno estalar de dedos, mesmo não deixando de lado a vertente de torch song meditativa e elegante. A elegância vinca também o videoclip, com tanto de luxuriante como de sóbrio, num todo mais sugestivo do que o single de apresentação. Insistindo nas comparações (valem o que valem), soa ao que poderia resultar de uma colaboração feliz entre James Blake e os Rhye, com a vantagem de ser menos aborrecido do que essas coqueluches do momento. A ouvir e acompanhar:

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.