Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Rastilho para um regresso

Keep Razors Sharp

 

Em equipa que ganha não se mexe e a dos KEEP RAZORS SHARP mantém-se intacta, quatro anos depois do álbum de estreia (que continua a poder ser ouvido e descarregado gratuitamente aqui).

 

Afonso (Sean Riley & The Slowriders), Rai (The Poppers), Bráulio (ex-Capitão Fantasma) e Bibi (Pernas de Alicate) voltaram a juntar-se para um dos discos a aguardar entre a produção nacional de 2018, ainda sem data de lançamento mas já com uma pista do que aí vem.

 

"ALWAYS AND FOREVER", o single de apresentação, retoma a efervescência do grupo num portento psicadélico de travo shoegaze, directo e propulsivo, com o contraste de vozes e guitarras a levar a uma vertigem de três minutos (e a mostrar potencial para sair ampliada ao vivo). O refrão orelhudo também ajuda, mesmo que não seja tão pegajoso como o de um tema na linha de "Can't Get You Out of My Head" (sim, a canção de Kylie Minogue que teve direito a uma tremenda versão da banda).

 

O videoclip, realizado por Leonor Bettencourt Loureiro, foi filmado nos Blacksheep Studios, em Mem Martins, mas a música atira-nos mais facilmente para o deserto norte-americano num dia agreste q.b. e com eventual mergulho em demónios interiores. Para começar a aquecer o ano enquanto abre caminho para o álbum, não está nada mal:

 

 

Dias de festa numa casa global

Holy Nothing

 

Foi uma das aventuras musicais mais ambiciosas do ano e juntou 74 artistas nacionais e asiáticos. Editada em Abril, a caixa do projecto T(H)REE retomou a ideia de David Valentim desenvolvida a partir de 2010 e incluiu o terceiro, quarto e quinto volumes da série de colaborações entre músicos portugueses (como Old Jerusalem, Jibóia, Surma ou Peixe) e da Índia, Cazaquistão ou Emirados Árabes Unidos, entre outros.

 

Depois de "Nura Pakang", encontro entre os Clã e a indiana Mangka, a nova aposta oficial de "T(H)REE - A  Musical Journey from Portugal to Asia" é a canção criada pelos HOLY NOTHING e MUHAISNAH FOUR, artista filipino sediado no Dubai. Mais linear do que a maioria dos temas da banda portuense, também tem maior potencial de single num exemplo de electrónica dançável que dificilmente sugere o cruzamento de nacionalidades dos autores.

 

Mas se não é dos exemplos mais idiossincráticos de T(H)REE, "HOME" funciona como boa porta de entrada para a caixa cuja receitas revertem para a "Make a Wish Portugal". E o videoclip chega na altura certa, ao acompanhar o protagonista entre celebrações natalícias (e outras) num relato que cruza solidão e comunhão, festa e alienação, numa proposta a cargo de Leonor Alexandrino, Daniel Ferreira, Jéssica Carriço e João Marques, estudantes finalistas de Cinema na Universidade Lusófona de Lisboa:

 

 

A noite (e o jogo) dos mortos-vivos

PZ

 

"Império Auto-Mano", o quarto álbum de PZ, não só é dos mais conseguidos do projecto a solo de Paulo Zé Pimenta como merece figurar entre os melhores da produção nacional deste ano. E caso vinhetas sobre os absurdos do quotidiano na linha de "Olá""No Meu Lugar" ou "Mais" não fossem suficientes para comprovar que a receita com condimentos hip-hop, funk, electropop ou techno à moda do portuense está cada vez mais apurada (e continua com direito a sotaque inconfundível na música que se faz por cá), há agora mais uma chamada de atenção para o disco.

 

"ZONA ZOMBIE" ganha novo fôlego a tempo da noite de Halloween e o título não engana: é dos temas mais sombrios, mesmo que não abdique do humor que percorre o álbum, e junta os sussurros de PZ (em tom mais intimidante do que o habitual) a uma penumbra electrónica que não anda longe da faceta sintética e implosiva de uns Nine Inch Nails.

 

O videoclip mantém-se fiel ao título e vai colocando mortos-vivos no caminho do protagonista, uma versão animada do músico (à qual não falta o pijama já conhecido de outros vídeos ou palcos), num passeio que além de remeter para o cinema de terror também é uma homenagem aos videojogos dos primórdios (a cargo da Check It Out Studios, do Porto). Anos 80 bem medidos para ir voltando a um álbum que ajuda a dar graça a 2017:

 

 

30 de 2015

Cada vez mais estreias, cada vez menos filmes que deixam marca? Mesmo com as omissões habituais (agravadas pelo pouco tempo em sala de algumas propostas), acaba por ser esse o balanço do primeiro semestre. Tanto que se tornou particularmente difícil, mais do que em anos anteriores, escolher uma dezena de filmes a reter (daí a lista ter ficado pelos cinco). Melhor foi a oferta musical, por muito que o formato álbum esteja em desuso - felizmente, há excepções que confirmam a regra e não seria complicado acrescentar mais uma ou outra aos "keepers" dos últimos seis meses. A lista de séries também podia ser maior, embora seja mais prudente esperar para ver como acabam algumas temporadas ("Borgen" já tem uns anos, é verdade, mas como só chegou há poucos meses à televisão nacional, ainda entra nestas contas). Para saber mais sobre cada filme, disco, canção ou série, é só clicar abaixo:

 

5 FILMES

os_combatentes_2

 

"As Vozes", Marjane Satrapi
"Divertida-Mente", Pete Docter e Ronaldo Del Carmen
"Força Maior", Ruben Östlund
"O País das Maravilhas", Alice Rohrwacher
"Os Combatentes", Thomas Cailley

Maior perda de tempo: "Ascensão de Júpiter", Andy e Lana Wachowski/ "Vício Intrínseco", Paul Thomas Anderson

 

10 DISCOS

blur_2015_2

 

"California Nights", Best Coast
"Vulnicura", Björk
"Dumb Flesh", Blanck Mass
"The Magic Whip", Blur
"I Don't Want to Grow Up", Colleen Green
"FROOT", Marina and the Diamonds
"Mar Aberto", MEDEIROS/LUCAS
"Deeper", The Soft Moon
"Foil Deer", Speedy Ortiz
"Viet Cong", Viet Cong

Desilusão do semestre: "Rebel Heart", Madonna
Ansiosamente à espera de: "Destroyer", Telepathe (7 de Agosto)

 

 10 CANÇÕES

marinaandthediamonds3

 

"Notget", Björk
"Cruel Sport", Blanck Mass
"Miniskirt", Braids
"Deeper Than Love", Colleen Green
"Storm's End", Leftfield
"Savages", Marina and the Diamonds
"Hotel", Nocturnal Sunshine
"Meet Your Maker", Shlohmo
"Tira Bilhete", Smix Smox Smux
"Euadaemonia", Them Are Us Too

Canção do Verão: "Milk-Choc", Kazaky

 

 5 SÉRIES

the_americans_T3_3

 

"A Guerra dos Tronos", HBO
"Borgen", DR1
"House of Cards", Netflix
"Looking", HBO
"The Americans", FX

Melhor primeira impressão: "Mr. Robot", USA Network
Melhor última impressão: "Como Defender um Assassino", ABC