Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Cuidado com este rapaz

Boy Harsher

 

Apesar de terem um percurso relativamente recente, os BOY HARSHER impuseram-se como um dos nomes de culto de uma pop electrónica negra e enigmática, vincada por contornos industriais e darkwave. "Yr Body is Nothing" (2016), o álbum de estreia, confirmou as boas expectativas do EP "Lesser Man" (2014) e torna legítimo que os próximos capítulos do projecto de Augustus Muller e Jae Matthews sejam aguardados com atenção.

 

Não vai ser preciso esperar muito mais para o segundo disco: "Careful" foi anunciado para 1 de Fevereiro de 2019 e já tem digressão garantida para a América do Norte e Europa nos primeiros meses do ano. Portugal está de fora da agenda, pelo menos para já, mas seria uma experiência interessante ver a dupla de Massachusetts na discoteca Berghain, em Berlim, por exemplo (a 5 de Março).

 

Quem já está familiarizado com esta música não deverá ficar surpreendido com os temas que inspiram as novas canções. Do trauma da perda à tentativa de escapismo, o álbum parte de experiências pessoais ligadas à morte e à doença mental e deverá reforçar o mergulho na synthpop e na EBM. A primeira amostra confirma isso mesmo: "FACE THE FIRE", densa mas dançável, é mais uma confecção electrónica de digna colheita, e já com videoclip - também ele na linha de algumas estéticas mais sombrias de meados dos anos 80:

 

 

3 comentários

Comentar post