Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

De homem para homem

MAN ON MAN.jpg

Além de ser teclista dos Faith No More (e co-compositor de canções como "Be Aggressive"), Roddy Bottum tem tido um caminho com várias aventuras paralelas nas quais assumiu outros papéis, da voz à guitarra, em grupos que incluem os Imperial Teen, Nastie Band, CRICKETS ou o que mais o tem ocupado nos últimos meses, MAN ON MAN.

Criado com o seu companheiro, Joey Holman (ex-elemento da banda alternativa cristã Cool Hand Luke), o duo norte-americano estreou-se no ano passado com "Daddy", single centrado no amor (e no sexo) entre dois homens que chegou acompanhado de um videoclip ilustrativo da proposta do projecto: a representação pouco ou nada estereotipada de um casal homossexual, a dispensar protagonistas "bonitos, jovens e depilados", conforme assinalou Bottum em entrevista à Rolling Stone.

man-on-man-album-cover.jpg

"Baby, You're My Everything", a segunda canção da banda, teve um videoclip mais uma vez protagonizado pela dupla, tal como volta a acontecer em "1983", o novo avanço para o disco de estreia, anunciado esta semana. O álbum, homónimo, é o resultado criativo de meses de confinamento a dois, na Califórnia, inspirando-se também numa viagem entre a costa Este e Oeste dos EUA ou experiências de luto recentes - ambos os músicos perderam as mães nos últimos meses.

Agendado para 17 de Maio, o primeiro longa-duração do projecto que se define como sendo tão visual como musical parece ser mais dominado pelas guitarras do que pelos teclados que tornaram Bottum um nome célebre no rock (embora estes não deixem de estar presentes). Pelo menos a julgar pelas primeiras amostras, cujos momentos mais distorcidos lembram a efervescência de algumas escolas indie dos anos 90.

É por essas coordenadas que segue "1983", canção tão propulsiva como melódica, com harmonias vocais próximas dos primeiros dias de uns Dandy Warhols e irreverência lírica comparável, ainda que os MAN ON MAN apostem noutros retratos. Aqui, o foco é uma relação casual com direito a videoclip de Steven Harwick (fotógrafo e criador da fanzine Bound Leather) parcialmente filmado no Vale de Cashmere, no Prospect Park de Brooklyn, local de cruising gay homenageado pelo duo:

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.