Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Disponível para amar (e dançar)

robyn_2015

 

Depois de um EP a meias com os Röyksopp, no ano passado, ROBYN quis voltar a aproximar-se do formato banda e o resultado foi um novo mini-álbum, "Love Is Free", editado neste Verão.

 

A cantora sueca começou por juntar-se ao produtor Christian Falk (veterano cujo currículo inclui a produção do hit "7 Seconds", de Youssou N'Dour e Neneh Cherry, ou a co-composição de vários temas dos Whale), mas a morte do músico, devido a um cancro, acabou por motivar a entrada de um novo colaborador no projecto, o teclista Markus Jägerstedt.

 

Entre os primeiros esboços e as versões finais, as cinco faixas foram reforçando contornos electrónicos e dançáveis, viragem que faz do EP de ROBYN & LA BAGATELLE MAGIQUE um dos mais frenéticos da cantora de "With Every Heartbeat" - com o compasso rítmico a dar embalo a relatos de celebração da liberdade individual, emocional ou sexual.

 

A faixa título dá uma boa ideia do que esperar. "LOVE IS FREE" junta mais uma voz, a da rapper Maluca, e concentra o clima de festa do mini-álbum, com um pé no acid house e outro no hip-hop, entre uns Dee-Lite e M.I.A. ao lado de uma quase overdose de cowbell. O videoclip mantém a euforia do single e marca uma parceria com outro músico, SSION, ao qual foi entregue a realização:

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.