Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Ecos da pop electrónica de 2009

Little Boots 2009.jpg

Ao lado dos La Roux ou de Marina and the Diamonds, LITTLE BOOTS foi uma das vozes femininas que despertaram atenções há dez anos, ao propor novas pistas para uma pop electrónica imediata e cintilante.

"Hands" (2009), estreia promissora para o projecto de Victoria Hesketh, contou com gente como Joe Goddard (dos Hot Chip), Jas Shaw (dos Simian Mobile Disco) ou Greg Kurstin na produção e teve direito a Philip Oakey (dos Human League) como convidado em "Symmetry", um dos pontos altos de um alinhamento quase sempre enérgico e sedutor, algures entre os universos de Annie, Kylie Minogue ou Girls Aloud.

Dez anos depois, o álbum foi agora reeditado, com uma dose generosa (e apetitosa) de lados B, raridades e remisturas. Entre os extras consta "ECHOES", canção que esteve para ser a sucessora de singles como "Stuck On Repeat" ou "New In Town" mas acabou descartada - apesar da presença habitual nos palcos.

Resultado de uma parceira com RedOne, que já tinha colaborado em "Remedy", o tema é, à semelhança desse, o que mais lembra a produção da fase inicial de Lady Gaga. O que não será de estranhar, tendo em conta que o produtor marroquino-sueco também participou em boa parte de "The Fame". Ainda assim, não teria destoado em "Hands", tal como outras canções que têm uma segunda oportunidade de (re)descoberta na reedição. O vídeo junta imagens da digressão do lançamento do álbum numa altura em que LITTLE BOOTS se prepara para o voltar a levar a palcos norte-americanos e britânicos em Novembro:

1 comentário

Comentar post