Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Novas fragrâncias da pop electrónica

Fragrance..jpg

"Now That I'm Real", o primeiro álbum de FRAGRANCE., ficou entre as boas revelações da pop electrónica do ano passado. Da coldwave à synth-pop, sempre com ambientes etéreos e oníricos, é um disco que remete para a faceta hipnótica de veteranos como os Pet Shop Boys ou os quase esquecidos The Beloved enquanto também se aproxima de nomes mais recentes, de TR/ST aos dias mais apaziguados dos Crystal Castles.

Sucessor do EP "Dust & Disorders" (2017), trouxe mais atenções ao projecto do francês Matthieu Roche, cuja voz percorre todas as faixas e tem a companhia de Hante. em "Hazy Strobes", talvez o momento mais sereno do alinhamento (e um dos seus pontos altos), e de Maya Postepski (AKA Princess Century, ex-baterista dos Austra e co-fundadora dos TR/ST) em "At Last".

O novo single, no entanto, é "CRAWLING TO THE VOID", cujo transe envolvente tem seguimento natural no videoclip, com o músico parisiense entregue à pista de dança. "You should dance again", canta. E não é difícil aderir ao apelo, nesta e noutras canções de um álbum a merecer a (re)descoberta.