Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

O romance morreu, viva o romance!

Ex Re

 

"Romance is dead and done", garante Elena Tonra na primeira canção do seu projecto a solo EX:RE, depois de ter dado voz aos Daughter desde inícios da década. Com o grupo a passar por um hiato (embora com regresso assegurado), a britânica aproveita para editar o seu álbum de estreia em nome próprio, do qual "ROMANCE" é a faixa homónima.

 

Como o título e a citação acima insinuam, o disco partiu do final de um relacionamento amoroso. Mas ao contrário de outros álbuns assentes nessa temática, a cantautora está pouco interessada em esmiuçar a relação, optando por relatar como lidou com um dia a dia mais solitário desde a separação.

 

Canções (ou capítulos) como "Liar", "Too Sad", "I Can't Keep You" ou "5AM" não prometem uma crónica especialmente animadora, embora até se ouça mais candura do que azedume no primeiro single. "ROMANCE" também sugere que, apesar de se aventurar a solo, Elena Tonra está bem acompanhada pelo produtor Fabian Prynn e pela violoncelista Josephine Stephenson. As cordas, no entanto, são uma presença discreta nesta primeira amostra, cedendo o protagonismo a ondulações electrónicas, percussão e piano, num belo exemplo de pop confessional e catártica, mas ainda assim delicada - a meio caminho entre os universos dos Braids e de Bat For Lashes.

 

Uma história para continuar a acompanhar já a partir desta sexta-feira, data da edição do álbum, através da 4AD. E a prometer várias deambulações nocturnas, como a de um videoclip que aponta a pista de dança como refúgio:

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.