Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Sol de Inverno

nocturnalsunshine2

 

NOCTURNAL SUNSHINE não deixa completamente de fora a tech-house cruzada com a pop de "Comfort", álbum de estreia de Maya Jane Coles, editado há dois anos, mas o projecto paralelo da DJ e produtora londrina é quase sempre mais contaminado por texturas dub e derivadas.

 

O disco homónimo, uma das boas novidades da semana, revela-se menos frenético do que o primeiro single dava a entender - "Take Me There", apetitoso avanço raver a puxar pelas ondulações do baixo -, embora comprove também que a britânica volta a ser bem sucedida no formato longa-duração - depois de ter já obra feita numa mão cheia de EPs.

 

Em modo mais cerebral, sem quebrar o apelo para pistas de dança esclarecidas, "Nocturnal Sunshine" nem precisa de ter faixas tão directas como o álbum anterior da sua autora para se ir insinuando. "BELIEVE", com a voz de Chelou, é a nova aposta oficial:

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.