Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Sabe bem ter o coração partido numa série assim

Depois de "Big Little Lies", "The Undoing" ou "Nove Desconhecidos", Nicole Kidman volta a ser (in)feliz no pequeno ecrã em "EXPATS". Meditação sobre o luto e a culpa, a nova minissérie da Prime Video segue a australiana em Hong Kong sob o olhar de Lulu Wang - e deixa motivos para a acompanharmos.

Expats.JPG

Estranha numa terra estranha, é uma Nicole Kidman melancólica a que encontramos nos primeiros episódios da minissérie inspirada no romance "The Expatriates" (2016), de Janice Y. K. Lee, autora norte-americana nascida em Hong Kong.

Ambientado na região especial administrativa chinesa e com a acção situada em 2014, este drama de seis episódios não deixa de ter sugestões discretas do mal-estar local cujos protestos ecoam fora de portas, mas o arranque dá prioridade a outro episódio conturbado: o que atormenta a família da protagonista, uma norte-americana da classe alta, inquietação que "EXPATS" leva o seu tempo a esclarecer.

As relações familiares e as experiências trágicas que as marcam já tinham sido o foco de "A Despedida" (2019), o filme mais celebrado de Lulu Wang, mas a primeira série da realizadora (que também assume aqui funções de co-argumentista e produtora executiva) deixa de lado quaisquer traços da comédia que temperava esse retrato da perda. Não que se sinta falta dela nos dois capítulos iniciais da aposta da Amazon: a sino-americana revela-se sedutora na construção de uma atmosfera etérea e enigmática, materializada na presença quase esvoaçante de Kidman, mulher sob a influência do trauma, e amparada pela direcção de fotografia de Anna Franquesa-Solano, sobretudo nas cenas nocturnas.

Expats_2.jpg

Mas há outras mulheres a sobressair nesta história de narrativas cruzadas. Ji-young Yoo encarna uma jovem coreano-americana cuja vida desmoronou em poucos segundos e lhe impôs o peso da culpa, Sarayu Blue interpreta uma americana de ascendência indiana que reata a amizade com a protagonista enquanto se debate com um casamento fragilizado.

A primeira com urgência, a segunda com delicadeza, ambas agarram personagens que dão outras vivências e peso emocional a um retrato que, caso se concentrasse apenas na de Kidman, se arriscava a ser o enésimo sobre privilégio branco. Não é por aí que Wang parece querer ir, nem em deixar um mero veículo para uma actriz que tem feito parte significativa da carreira recente no pequeno ecrã. Tanto melhor para quem acreditou nela no promissor (mesmo que algo sobrevalorizado) "A Despedida", já a deixar sinais de uma autora perspicaz e sensível...

Os dois primeiros episódios de "EXPATS" estão disponíveis na Prime Video desde 26 de Janeiro. A plataforma de streaming estreia novos episódios todas as sextas-feiras.

Um regresso com uma crise nas infinitas terras

A segunda temporada de "INVENCÍVEL", recém-estreada na Prime Video, lida com uma das revelações mais chocantes da primeira e não demora a abrir a porta ao multiverso. Os episódios iniciais não desiludem, mesmo que o melhor pareça estar para vir...

Invincible Season 2.jpg

Grandes poderes trazem grandes responsabilidades, e estas são maiores quando se é filho do supervilão mais perigoso do planeta e galáxias vizinhas. Depois de descobrir a faceta mais negra do pai, Mark Grayson, cujo alter ego é o super-herói titular da mais recente série de Robert Kirkman (inspirada na BD homónima do autor de "The Walking Dead" ou "Outcast"), debate-se com o seu papel e com a angústia da mãe num mundo que o olha com desconfiança ou até medo. Afinal, o que o impede de destruir tantos ou mais vigilantes e civis como o renegado Omni-Man?

A resposta será talvez o maior motivo de interesse da segunda temporada de "INVENCÍVEL", que tem a difícil tarefa de suceder a uma das propostas mais estimulantes em torno dos super-heróis surgidas nos ecrãs nos últimos anos. O timing é certeiro: a série regressou no mesmo dia em que "Gen V", o spin-off de "The Boys", se despediu (para já), também na Prime Video. E ao lado dos filmes do "Aranhaverso", estas têm sido as sagas mais recomendáveis de um género a precisar de revitalização fora das páginas dos comics.

invincible-season-2.jpg

À semelhança do que a Marvel e a DC fizeram nas produções mais recentes, os novos episódios desta série de animação para adolescentes e adultos exploram as possibilidades do multiverso, como já tinha acontecido nos livros que adapta. E se é verdade que hoje o conceito já não é tão surpreendente, ainda motiva algumas das melhores sequências deste regresso: precisamente as primeiras, que sugerem todo o potencial das capacidades do protagonista, mas nos antípodas dos ideais de um super-herói. Já na realidade central de "INVENCÍVEL", "Karma Police", um dos clássicos dos Radiohead, é a banda sonora perfeita para ilustrar a rotina de Mark depois de a sua família desmoronar.   

O clã Grayson, no entanto, está longe de ser o único em foco numa temporada que alarga um núcleo de personagens já de si considerável. O que não é necessariamente mau, uma vez que as relações entre elas são das maiores qualidades da série (uma das lições que Kirkman parece ter tirado das melhores aventuras do Homem-Aranha), mas o segundo episódio desta temporada acaba por ser ressentir de uma narrativa algo fragmentada ao tanto querer apresentar novas caras como reencontrar velhas conhecidas.

Tendo em conta que a Prime Video estreia apenas um capítulo por semana (sendo que os últimos quatro chegam apenas em data a anunciar no início de 2024), este modelo talvez não seja o mais favorável para uma história intrincada q.b., que beneficiaria ao ser vista sem tantas quebras. Mas esse parece ser um mal menor numa saga que não perdeu vitalidade, coração ou imaginação, e que já deixava saudades (regressa mais de dois anos depois da estreia).

Os dois primeiros episódios da segunda temporada de "INVENCÍVEL" estão disponíveis na Prime Video. A plataforma de streaming estreia novos episódios todas as sextas-feiras.