Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Uma canção fora da caixa (e do armário)

Shamir.jpg

Depois da edição do álbum homónimo no ano passado, SHAMIR tem revelado temas novos e algumas versões - de Sharon Van Etten ("DSharpG") e Billie Eilish ("Ocean Eyes"). O inédito mais recente, "GAY AGENDA", volta a apostar na pop directa e electrónica que vincou um dos singles do último disco, "On My Own" (das melhores canções inspiradas pelo confinamento), e chega com algumas das palavras mais combativas e engajadas do norte-americano.

Descrito com um tema "sobre aceitação radical interna e externa", deixa um testemunho contra a homofobia ("You're just stuck in the box that was made for me/ And you're mad I got out and I'm living free") em modo confiante e empoderador ("Don't underestimate the power I keep") disparado por uma voz maleável, sintetizadores da escola industrial e arranjos de cordas.

Produzido por Hollow Comet (dos Strange Ranger), é um dos que deverão fazer parte dos próximos concertos, alguns a abrir actuações de Courtney Barnett e Lucy Dacus. O videoclip, realizado por Jenny He, revela mais uma metamorfose visual: