Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

gonn1000

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Muitos discos, alguns filmes, séries e livros de vez em quando, concertos quando sobra tempo

Uma revelação pop entre Marilyn e Britney

Glume.jpeg

A casa dos Glass Candy, Chromatics ou Desire tem uma nova inquilina: GLÜME é a aposta mais recente da Italians Do It Better, a editora de Johnny Jewel que se tem especializado em italo disco, synth-pop e géneros nas proximidades nos últimos anos. Não admira, por isso, que a música desta revelação californiana se mantenha entre essas coordenadas, pelo menos nos primeiros dois singles, as únicas canções divulgadas até agora.

"BODY", o tema que a apresentou, há poucas semanas, é especialmente auspicioso, com uma pop electrónica sedutora que, além de remeter para alguns colegas de editora, lembra os ambientes envolventes de Class Actress ou a faceta mais angelical dos Crystal Castles. Co-produzida por Johnny Jewel, é uma canção mais luminosa e optimista do que as que o norte-americano costuma assinar, inspirando-se no processo de recuperação da mentora do projecto após problemas cardíacos.

A celebração do corpo, vincada na letra, também se estende a um videoclip que apresenta uma cantora teatral e enigmática, e faz sentido que a Italians Do It Better aponte Marilyn Monroe e Julee Cruise como duas das suas referências. Outra parece ser Britney Spears, a julgar pela breve versão, acústica e contida, de "...Baby One More Time" que surge no final do vídeo e também está disponível nos serviços de streaming em três versões. Ainda mais recente, "COME SOFTLY TO ME" , o segundo single, avança em modo sussurante e etéreo, a deixar no ar que há mais novidades a caminho... e talvez um dos álbuns a aguardar em 2021:

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.